sábado, 31 de maio de 2008

Guerreiros da Paz e Dios Diego Lugano

Essas são algumas fotos da entrevista que o Nosso Dios nos deu para a equipe da Guerreiros da Paz..Estarei postando as fotos aos poucos...

Dios é sempre Dios....










terça-feira, 27 de maio de 2008

Lugano no Orkut?

Na entrevista cedida a equipe da Guerreiros da Paz Lugano deixou uma mensagem na maior comunidade de Futebol do Orkut claro a do São Paulo futebol Clube aqui está o Print do Post aberto pelo próprio Diego..FANTÁSTICO....




Trailer da entrevista com Lugano

Trailer da entrevista com o nosso Dios Lugano realizada na última quarta feira no CCT da Barra Funda, realizada com a Equipe da Gerreiros da Paz no qual eu Taty Faço parte.

Semana que vem, a entrevista será colocada na íntegra no Youtube.Desde já agradecemos a todos pelo apoio e participação.Parabéns Guerreiros da Paz!Seja paz e sabedoria em ação!








Veja as Fotos:





sábado, 17 de maio de 2008

Lugano na Rádio ET deste domingo


A Rádio Estação Tricolor deste domingo terá Rai, convidado da terça-feira que não foi ao ar por problemas tecnicos, e também Diego Lugano.Fique ligado!




Fonte: Estação Tricolor

Diego Lugano: "Sou torcedor fanático do São Paulo"


Na última quarta-feira, o zagueiro uruguaio Diego Lugano foi ao estádio do Morumbi para torcer pelo São Paulo contra o Fluminense. Achou que o desempenho do Tricolor foi muito bom e que a vitória por um a zero foi melhor do que parece. "Nesta fase da Libertadores, de mata-mata, é goleada", disse.

No dia seguinte, no início da tarde, o atleta do Fenerbahce da Turquia e capitão da seleção do Uruguai chegou ao Centro de Treinamento do São Paulo carregando um saco plástico com roupa suja. "O pessoal daqui vai lavar", disse.

Ele está em casa. Convidado pelos anfitriões. Há cerca de duas semanas, Diego sofreu uma lesão no joelho esquerdo e ficou fora das últimas partidas do Campeonato Turco. Assim que souberam da contusão, os dirigentes tricolores mandaram o recado. "O Luis Rosan me ligou colocando o Reffis à disposição", disse.

Ele está em tratamento intensivo, com sessões duas vezes ao dia. Lugano tem pressa. Quer se apresentar ao técnico Oscar Tabárez assim que o selecionado uruguaio retorne da Europa onde vai enfrentar a Turquia (25/05) e Noruega (28/05). "Se der tudo certo, eu encontro o time a caminho de Montevidéu", disse.

O Uruguai, sexto colocado nas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010, fará duas partidas em casa, contra Venezuela e Peru. Precisa vencer os dois confrontos se quiser voltar à "zona mundial", ou seja, entre os quatro primeiros.
Segundo Lugano, a equipe celeste está encontrando um novo jeito de jogar. A idéia é aliar a tradicional garra com o talento de uma geração de jovens promessas. Aos 28 anos, Diego é o líder do time.
Diego Lugano conversou com Terra Magazine antes de mais uma tarde de fisioterapia. Vestindo camiseta Dolce&Gabbana, calça Armani e tênis Diesel (que ele jura ter comprado "baratinho" em uma feira de falsificados), ele conversou sobre o Uruguai, São Paulo e a torcida mais fanática que já conheceu: a do Fenerbahce.


Terra Magazine - Lugano, você acha que vai conseguir jogar pelo Uruguai estas partidas contra a Venezuela e o Peru?


Diego Lugano - Sim. Estou aqui em São Paulo justamente para isso. Eu procurei o Departamento Médico do São Paulo e a fisioterapia para me recuperar rápido, e bem, desta lesão de ligamento no joelho. Pelo que o Luis Rosan (fisioterapeuta do São Paulo) falou para mim e para o médico da seleção uruguaia, devo ficar bom em 3 semanas. É o tempo de me apresentar depois dos amistosos que faremos contra Turquia e Noruega.


As duas próximas rodadas das eliminatórias não são boas para o Uruguai voltar a ficar entre os quatro primeiros colocados?


Sem dúvida, sem dúvida. São duas partidas no nosso estádio, duas partidas que temos totais condições de vencer. Bom, esta é nossa idéia. Hoje estamos numa situação incômoda na tabela de classificação, mas talvez os pontos do Uruguai não reflitam o que jogamos dentro de campo. Creio que fizemos para estar mais acima e estes seis pontos vão ser fundamentais, não só para que voltemos à zona do Mundial, mas também para que esta equipe jovem ganhe confiança, se aprume e comece a trabalhar e conseguir resultados da melhor maneira.


O futebol uruguaio está no meio de uma transição? Não lhe parece que há um conflito de estilos?

gente quer ser mais competitivo, mas com um futebol mais bem jogado. A gente tem na cabeça que o futebol uruguaio não é mais como antes, que ficava na retranca e saía para contra-ataques. Hoje, a seleção tenta trabalhar mais a bola. O problema é que não temos conseguido bons resultados. Mas era para termos vencido Chile e Brasil tranqüilamente. Jogamos bem contra eles, chegamos a ter o domínio das partidas. Mas não vencemos e isso atrapalha a classificação.

"Jogar ofensivamente, apresentar um bom futebol não significa deixar a garra de lado"

A famosa garra uruguaia não basta mais?

Temos de conciliar as duas coisas. Jogar ofensivamente, apresentar um bom futebol não significa deixar a garra de lado. O que acontece é que o uruguaio entra em campo com muita vontade de brigar pela bola. Mas é preciso cabeça quando a bola está em nosso poder. Temos que tratar bem ela, como se faz aqui no Brasil. Às vezes, muita vontade atrapalha. A bola vem e nós não temos a lucidez para jogar bem com ela.

Quem são as grandes promessas desta geração e que sabem tratar bem da bola?

O atacante Luiz Suarez (Ajax) é muito bom. O volante Cristian Rodriguez (Benfica) é outro ótimo jogador. O Gargano (volante do Napoli), também. Outros jovens são talentosos como o zagueiro Diego Godín (Villareal), o alteral Fucile (Porto), o armador Inácio González e o Max Pereira. É um time jovem, com no máximo 22 anos de idade. Nesta seleção, eu, o goleiro Carini e o Forlan somos os mais experientes e temos 27, 28 anos. É uma equipe que precisa de um, dois bons resultados para pegar ritmo e chegar ao Mundial.

Para se acertar aqui no São Paulo, você precisou entender como o futebol brasileiro funciona. Na Turquia, esta experiência está valendo?

Não muito. No Brasil, tive que aprender a não ir para o contato físico toda hora. Aqui, você acaba sendo driblado. Na Turquia, o futebol é de contato físico e é mais direto. Lá, a bola vai de zagueiro para atacante. Não é como no futebol brasileiro, onde os volantes e meias querem a bola, gostam de ginga, de pôr entra as canetas. Lá, o jogador fica pouco tempo com a bola. O jogo fica mais rápido.

Mas o Fenerbahce, por ter tantos brasileiros e até o técnico Zico, não joga diferente?

Exatamente. Nosso futebol é um pouco diferente. Até porque o Zico pede que a gente tente jogar um futebol bem jogado, sem ligação direta da defesa para o ataque. Fomos bem este ano, avançamos na Liga dos Campeões como nunca antes na história do clube. Mas perdemos o título da Liga Nacional (Campeonato Turco) para o Galatasaray. Faltando três rodadas, fomos derrotados por eles, que abriram três pontos de vantagem. Foi no dia em que machuquei o joelho. Tive uma torção sozinho.

Jogar no Fenerbahce era como você esperava?

Olha, superou minha expectativa. É uma instituição muito organizada e forte, com uma visão européia. A mentalidade do clube é de conseguir títulos continentais. O que fizemos este ano, parando só nas quartas de final da Liga dos Campeões, foi um passo nesse crescimento. O clube é rico porque sabe faturar com a torcida. Eles são fanáticos, seguem o time por onde ele for e os dirigentes sabem tirar proveito disso.

Você joga num time que tem uma das torcidas mais fanáticas e numerosas do mundo. Alguma semelhança com o torcedor do Brasil ou do Uruguai?

É diferente. A torcida do Fenerbahce é algo incrível. Jogamos em outros países da Europa, pela Liga dos Campeões, e parecia que éramos locais. Vi jogadores de grandes equipe da Europa jogaram no nosso estádios e, antes da partida começar, ficarem de boca aberta olhando para as arquibancadas. Eles cantam juntos, pulam juntos, é uma coisa indescritível.

"Na Turquia, jogador de de futebol é tratado como se fosse da nobreza"

Os turcos são assim tão fanáticos?

O povo turco é apaixonado por tudo. Não só futebol, mas também por política, religião, direitos sociais. É uma característica deles. É um povo de muita história, com mais de 2000 anos de existência, passando por guerras, sofrendo. Eles são mais nacionalistas e parecem saber mais a respeito do país. Nós, da América do Sul, somos países mais novos. Talvez por isso falte esta compreensão.

Como o jogador de futebol é tratado por lá?

Lá, jogador de futebol é tratado como se fosse da nobreza. Aqui mesmo no Brasil, o atleta pode ser bem sucedido, ter dinheiro, mas sempre é considerado lixo. Lá, nos tratam como se fossemos da realeza. Todo mundo quer conversar com você.

E você conversa com os torcedores?

Muito pouco porque não falo nada em turco. E não entendo turco. Nem quero.

Por quê?

Como todo mundo quer conversar com você, não saber falar turco encurta a resenha. Depois, a imprensa lá é maluca. Os caras são mais fanáticos do que os torcedores. Então é melhor dizer que não fala turco, agradecer e a conversa pára por aí.

Mas você gosta de morar em Istambul?

Gosto muito. É uma cidade linda, imponente, com muita cultura, muita vida, uma mistura de hábitos ocidentais e orientais. É uma cidade do mundo. A gente cresce muito como ser humano.

A família está bem lá?

Sabe que a Karina ficou lá com os meninos (Nicolas, de 7 anos, e Thiago, de um ano e meio) porque o mais velho está na escola. Na semana que vem eles devem vir para o Brasil. O Nicolas está numa escola americana. Ele fala espanhol e aprendeu português aqui em São Paulo. Agora, já sabe inglês, italiano e um pouco de turco. Vai ser um cidadão do mundo. E tem o aspecto da segurança: em Istambul, minha mulher pode sair com os meninos de noite para jantar sem medo da violência. A gente não podia fazer isso em São Paulo.

Do que você sente mais falta na Turquia?

Das amizades. De ter contato com os amigos que você encontra em qualquer lugar e sabe que pensa como você. Todo dia me informo sobre o Uruguai e o Brasil pela internet. Sei tudo o que está acontecendo, seja no futebol como na política e outros assuntos. É bom assim, porque vou ter o que falar quando encontro os amigos para uma conversa.

"Como não me tornar torcedor do São Paulo? Sou torcedor e sou fanático"
Você passou o final de semana em Canelones, no Uruguai, com a família. Teve churrasco?

Comemos um assado e bebemos vinho que minha família produz para consumo próprio. Encontrei meus pais e minhas duas irmãs. Conversamos bastante.

Você é o cidadão mais famoso de Canelones?

Acho que sim, mas tem outras pessoas famosas lá. Mas lá é diferente: o assédio é bem menor do que aqui no Brasil.

Você foi ao Morumbi assistir a partida entre São Paulo e Fluminense?

Eu fui. E vi também o jogo contra o Nacional. Não tem como não ir e torcer. Sou torcedor do São Paulo. A minha relação com a torcida é foda. Depois que saí, parece que a identificação com os são-paulinos aumentou ao invés de diminuir. Quando vim jogar contra o Brasil, o tratamento que recebi foi emocionante. Tinha gente torcendo pelo Uruguai por minha causa. Como não me tornar torcedor do São Paulo? Sou torcedor e sou fanático.

Falta um ano para terminar seu contrato com o Fenerbahce. Você vai renovar?

(Lugano pensa antes de responder) Não sei. Estou bem lá. Estou feliz e minha família também. Mas acho que, se o Fenerbahce continuar forte na Europa e a gente conseguir classificar o Uruguai para a Copa do Mundo, é possível atrair a atenção de equipes de outros países. Quem sabe?

Quais seus objetivos para a próxima temporada?

Primeiro: ser campeão nacional pelo Fenerbahce. É obrigação. Depois: melhorar nosso desempenho na Liga dos Campeões. E o principal: classificar o Uruguai para o Mundial da África do Sul.

O Uruguai se classifica?

Sem dúvida alguma.
Fonte: Terra Magazine

terça-feira, 13 de maio de 2008

VIDEOS - Lugano no programa " Bem Amigos"

Lugano sente falta da visibilidade do futebol brasileiro



Lugano diz que Zico está valorizado na Europa



Lugano fala sobre adaptação ao futebol da Turquia



Para Lugano, São Paulo leva vantagem contra Flu



Lugano diz que seu coração é são-paulino



Fonte: Globoesporte.com

VIDEO - L! no Ar: Lugano visita redação do LANCE!










Assista o Video clicando aqui: L! no Ar:
Obs: esse video contem outras matérias do Lance

Lugano: 'Quero voltar ao São Paulo 100%'


Ídolo do time são-paulino, ex-camisa 5 visita a redação do LANCE!

Foram pouco mais de 40 minutos. Mas foi o tempo necessário para o torcedor são-paulino matar sua saudade do zagueiro Lugano, grande ídolo da história do São Paulo. Nesta terça-feira de manhã, o ex-camisa 5 visitou a redação do LANCE! e participou de um chat com os lancenautas.Dentre as muitas visitas que o LANCENET! recebeu, a principal pergunta era sobre seu retorno ao Tricolor paulista. Torcedor confesso do São Paulo, Lugano quer voltar um dia ao time do Morumbi. Mas avisa:- Quero voltar na minha melhor forma para continuar dando alegrias aos torcedores. O São Paulo é um time muito grande - disse o defendor, que também almeja jogar em um clube de maior visibilidade na Europa.Lugano está no Reffis são-paulino se recuperando de uma lesão no joelho esquerdo e espera estar 100% para as Eliminatórias da Copa do Mundo, no meio do ano. O tratamento no Sampa, inclusive, foi mais uma demonstração de carinho entre o clube e o jogador.- Todos me respeitam lá. Estou me recuperando de lesão no Reffis. Me ligaram quando me machuquei na Turquia. Esse respeito do torcedor faz que a distância fique mais próxima - completou.

Fonte: LANCEPRESS!

Entrevista- Lugano no LANCE!










Mas foi o tempo necessário para o torcedor são-paulino matar sua
saudade do zagueiro Lugano, grande ídolo da história do São Paulo.
Nesta terça-feira de manhã, o ex-camisa 5 visitou à redação do LANCE! e
participou de um chat com os lancenautas.
Dentre as muitas
visitas que o LANCENET! recebeu, a principal pergunta era sobre seu
retorno ao Tricolor paulista. Torcedor confesso do São Paulo, Lugano
quer voltar um dia ao time do Morumbi. Mas avisa:

- Quero

voltar na minha melhor forma para continuar dando alegrias aos

torcedores. O São Paulo é um time muito grande - disse o defendor, que

também almeja jogar em um clube de maior visibilidade na Europa.

Lugano está no Reffis são-paulino se recuperando de uma lesão no joelho
esquerdo e espera estar 100% para as Eliminatórias da Copa do Mundo, no
meio do ano. O tratamento no Sampa, inclusive, foi mais uma
demonstração de carinho entre o clube e o jogador.


- Todos me respeitam lá. Estou me recuperando de lesão no Reffis. Me ligaram

quando me machuquei na Turquia. Esse respeito do torcedor faz que a

distância fique mais próxima
- completou.

Confira todos os lances do chat:

William Pÿ:

Boa tarde a todos, principalmente Dio Lugano eterno rei da nossa zaga,

sempre com raça. Lugano sente saudades daqueles momentos de magia na

libertadores e mundial pelo SPFC?


LUGANO:

William, Sinto muita saudade. é diferente de que jogar em qualquer

parte. Também sou torcedor, pelo todo apoio que a torcida me deu.

Quando estou com saudade na Turquia, coloco o vídeo do Mundial, para

lembrar o bom momento que passamos juntos

Ti11: eu gostaria de saber do lugano se ele pretende voltar ao São Paulo, e qual o recado que ele deixa para os São
Paulinos


LUGANO:

Ti11, lógico que eu sempre eu voltar ao São Paulo. Todos me respeitam

lá. Estou me recuperando de lesão no Reffis. Me ligaram quando me

machuquei na Turquia, esse respeito do torcedor faz que a distância

fica mais próximo. Quero voltar na minha melhor forma para continuar

dando alegrias à torcida. O São Paulo é um time muito grande


leofan: Gostaria de fazer um pedido a você Lugano, volta pro tricolor, mesmo que isso demore uns 10 anos mais volte
pra cá!!


LUGANO:

Leofan, 10 ano é muito tempo. Não vai demorar tanto assim. Jogo no

Morumbi contra o Brasil foi muito emocionante. O momento mais feliz que

passei no Brasil. Neste momento que você pensa e sente orgulho do que

você fez. Todo meu esforço foi reconhecido. Estou muito feliz


Dinho_SPFC: esta feliz na Turquia? almeja jogar em um time grande da Espanha, Italia ou Inglaterra?


LUGANO:

Dinho_SPFC, estou muito feliz na Turquia. Superou minhas expectativas.

Não esperava ser tão lindo morar lá. Minha família está feliz. Tenho

ambição de jogar mais na mídia. Para sair do Fener, tem que ser para um

time grande quanto ele. Um time que dispute títulos.

mauro: Até quando vai seu contrato com o Ferner e vc mira qual pais da Europa para atuar?


LUGANO:

Mauro, tenho mais uma ano de contrato. Foi uma das minhas principais

coisas foi fazer um contrato curto com eles. Se é muito longe, você

fica preso. Posso ver meu futuro com mais liberdade. Gostaria de jogar

em um futebol com mais vitrine. Mas tem que ser um time grande. Porque

o Fener é um time enorme, com poderio ecomico é muito grande. A

expectativa do presidente é seguir crescendo

Daniel: Ola lugano, como esta sua lesão?


LUGANO:

Daniel, na verdade estou na etapa de recuperação. Tive um torção no

joelho e ruptura moderada. Ainda vai me levar três ou quatro semanas.

As Eliminatórias está próximas. A melhor coisa foi vir para o Reffis.

Aqui é mais que o primeiro mundo. São os melhores do mundo. Tenho

esperança que nas Eliminatórias estarei 100%

GabrielSM:

Grande Lugano! Sei que a torcida do Fenerbahce é uma das mais fanáticas

do mundo. A emoção de jogar a Champions League é tão grande quanto a de

uma final de Libertadores em um Morumbi lotado? Como é a sua relação

com a torcida do Fenerbahce, já virou ídolo por lá?


LUGANO:
GabrielSM, a torcida do Fener acompanha muito. Devo atribuir isso a

cultura. Seguir muitos ideais. Vê isso na política, religião. Jogar a

Champions é muito lindo. A torcida me acolheu muito bem. Mas jogar na

Libertadores, como crescemos escutando isso, ainda mais que você joga

pelo um time que eu virei torcedor, aí você mistura profissional com o

sentimental, tudo fica mais perfeito

Lucas Leno: Na turquia o futebol é mais disputado? ou o brasil não perde tanto...mesmo na turquia tendo mais
investimento que no brasil.

LUGANO:

Lucas Leno, acho que no Brasil é o único campeonato no mundo que você

vê uns oito times com chances de ser campeão. Isso é muito diferente.

Lá na Turquia, ficam nos três. Na Inglaterra, Espanha, Itália também é

assim. Aqui no Brasil, a emoção daqui é muito maior que isso.


Daniel: Lugano, caso o SPFC ganhe a libertadore e te convide parta jogar o mundial, você pensaria no caso?

LUGANO:

Daniel, isso não é legal. Tenho contrato com outro clube e isso a Fifa

não deixaria. Isso aconteceu com o Riquelme no ano passado. Seria uma

falta de ética da minha parte, pois têm jogadores aqui que estão em

ótimos momentos

rafa: existir algum lugar no

mundo melhor q o morumbi lotado gritando o seu nome talves esse foi o

presente q deus ti deu valeu vc sempre sera um idolo pra gente q deus

ilumini sua vida e q volte um dia estamos com saudades

LUGANO:

rafa, pra mim, eu virei torcedor do São Paulo. Minha lembrança de

Libertadores com 70 mil pessoas, com todo mundo gritando meu nome, isso

é muito especial para mim e minha família. Me encho de orgulho. Não tem

nada igual.


Bara: Fora vc, que pra nós tricolores é um mito, qual o melhor zagueiro na atualidade atuando no futebol mundial???

LUGANO:

Bara, gosto muito do Ricardo Carvalho. Sempre sério, seguro. Nunca faz

nada de mais, nunca erra por azer nada demais. Totalmente dedicado ao

time. Quando joguei contra ele, valorizei muito essa visão de grupo que

ele tem

Ti11: Lugano, o rogério foi o goleiro

que te deu mais confiança para jogar pelo fato de saber jogar com os

pés e voce ter certeza que poderia contar com ele para recuar a bola?

LUGANO:

Ti11, com certeza. Não tem comparação. jogar com Rogério Ceni no gol é

uma confiança que dificilmente possa repetir. Qualquer bola que estava

sendo pressionado, ele saía jogando com uma claridade. Melhor que todos

nós zagueiros (rs). Neste aspecto ele transmite muita segurança e faz

muito bem ao time


GabrielSM: Lugano, depois de

grandes títulos conquistados, jogando em um time de grande expressão

mundial, o quê você ainda deseja realizar em sua carreira?


LUGANO:

GabrielSM, desejo continuar ganhando muitos títulos. Se possível jogar

em um time grande de um país europeu. Gostaria de jogar no Uruguai

sendo capitão do time. Hoje seria meu principal objetivo. Na última

Eliminatória ficamos fora por um pênalti e isso me dói muito ainda

MaglorSPFC: Lugano, quem eh seu idolo no futebol?


LUGANO:

MaglorSPFC, de criança eu gostava muito do De Léon. Francesco. A nível

mundial, quando criança, o Maradona. Mas depois de grande, Paolo

Monteiro. Um pouco minha referência. Em Brasil sempre gostei de Cafú,

em 15 anos jogando no melhor nível, isso mostra de profissionalismo.

Ele é super respeitado pela pessoa que ele é

gabriel: Lugano,voce está perto de um acerto com a Juventus de Turim?


LUGANO:

gabriel, na verdade se falaram muito. A nível de imprensa. Quando a

imprensa fala é que tá havendo alguma coisa. Ainda tenho contrato com o

Fener, estou sendo muito querido lá. Quem tem que resolver isso é o

time. Sabendo que a Juventus é um dos maiores times do mundo, campeão

de Champions.


Ricardo: vc tem noçao o que foi

e é pra nossa torcida?? pra vcs terem uma idéia, tenho um filho de 9

anos que até hj quando estado brincando de futebol ele quer ser o

Lugano!!!


LUGANO: Ricardo, fico impressionado com

o Zico. Principalmente pela pessoa que ele é. É um cavalheiro. O modo

de tratar com o jogador. Ele tem um prestígio mundial impressionante.

Ele convive com a gente de um modo simples. Tem muita gente que não é

nada e é muito mala. Técnico que nunca acusa jogador. Quando o time

ganha, ganhamos todos. Quando perde, ele assuma a responsabilidade.

Todos nós ficamos com esta personalidade dele.


Ricardo: voce acha que o Zico tem experiencia pra lidar com tantas estrelas, como é o seu???


LUGANO:

Ricardo, na verdade ainda acho que não. Muita gente, amigos, se eu

tenho noção, se consigo ver. Ainda não vejo. A única vez que mais senti

isso, foi quando voltei com o Uruguai, após um ano e meio. O

relacionamento deveria esfriar, mais encontrei um carinho. No

aeroporto, hotel... Essa gente gosta de mim.

marcel: Lugano, quem é pior de marcar, Eto'o ou Drogba??


LUGANO:

marcel, acho que o pior é o Ibra, da Inter de Milão. Atacante mais

completo do mundo. Tem uma habilidade e técnica que não é normal pelo
físico e altura dele


senna: Lugano, o que

você pensa do time atual do São Paulo? Vendo de fora, o que pode ter

mudado para justificar a queda do rendimento?


LUGANO:

senna, primeiro não tem time que possa sempre jogar no melhor nível.

Por mais que se planeja bem. É difícil manter um nível espetacular.

Mesmo jogando mal ou bem, o São Paulo sempre conquista seus objetivos.

São Paulo é um time com mística que sempre está definindo. É um time

que sempre mantém a regularidade.



LUGANO:

Pessoal, estou indo. A recíproca é verdade. Ser tçao querido pelo São

Paulo e por toda sua torcida, essa identificação com o tempo só vai

crescendo. Isso mostra que a gente é honesto. Tivemos um passado que

demos o melhor pra o São Paulo. Tchau, um grande abraço!


Fonte: Lance!

quinta-feira, 8 de maio de 2008

Lugano se recupera no REFFIS


Idolo são-paulino teve lesão no joelho esquerdo e faz tratamento visando os jogos das Eliminatórias pelo Uruguai

Juca Pacheco - 8/5/2008

Ícone de uma geração de conquistas do São Paulo, o zagueiro Diego Lugano está de volta ao Tricolor para se recuperar de uma lesão no joelho esquerdo sofrida em partida pelo Fenerbache, da Turquia, seu atual clube.
O objetivo do ídolo são-paulino é recuperar-se a tempo do jogo entre Uruguai e Venezuela, dia 15 de junho, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O são-paulino é o capitão da seleção celeste.
Diante do pouco tempo que tem para se recuperar, Lugano ligou para o fisioterapeuta do São Paulo Luiz Rosan para uma avaliação. Com autorização do clube turco e da diretoria tricolor, o zagueiro chegou em São Paulo na última quarta-feira, assistiu no estádio a vitória sobre o Nacional, pela Libertadores, e deu início ao trabalho intensivo de reabilitação.
O Reffis projeta que dentro de três semanas ele possa voltar às suas atividades normais. Enquanto faz fisioterapia em dois períodos todos os dias, Lugano também aprimora a forma física aproveitando os novos aparelhos cedidos pela Life Fitness, patrocinadora do clube.


quarta-feira, 7 de maio de 2008

Videos



Ídolo tricolor, Lugano deve se tratar no Reffis

O zagueiro Diego Lugano pode voltar ao São Paulo na semana que vem. Ele teve um problema no joelho contra o Galatasaray, no último fim de semana, pelo Campeonato Turco. O Reffis, então, pode receber o ídolo tricolor por algumas semanas.- Preciso me recuperar em tempo para as Eliminatórias. Talvez eu vá para São Paulo na semana que vem - revelou o zagueiro.O capitão da seleção uruguaia, que iniciou carreira no Nacional (URU) e se tornou ídolo no Tricolor, preferiu não se posicionar em relação ao confronto pelas oitavas-de-final da Libertadores. Mas foi entregue por Rogério Ceni, um de seus melhores amigos.- Ah, acho que ele não trairia a pátria, não abriria seu coração para a gente (risos) - brincou o goleiro.





Fonte: Lance!